eBreathie vence NOVA Start-Up Competition!

28 de Julho de 2022, no NOVA Innovation and Analytics Lab @ NOVA IMS foi o dia em que oito equipas lutaram por um lugar na grande etapa do Stage Two! As equipas participaram no NOVA Start-up Competition onde apenas um vencedor pôde ser selecionado para representar a Universidade NOVA de Lisboa, em outubro, em Berlim. Com muitos grandes pitches e intervenções do nosso Júri, a sessão foi intensa e o vencedor difícil de escolher. Parabéns a todos os participantes e, especialmente, aos eBreathie por terem ganho o concurso e por serem grandes representantes da Universidade NOVA de Lisboa. As outras equipas que também estiveram em competição eram: O Júri era constituído por:
  • Pedro Almeida, Senior Associate @ Armilar Ventures
  • António Martinez, Investment Manager @ Portugal Ventures
  • Pedro Saraiva, Diretor @ NOVA IMS

NOVA impACT! Challenges Demo Day

No dia 15 de Julho, realizámos o Demo Day dos NOVA impACT! Challenges, onde conseguimos ver os resultados fantásticos do programa de aceleração de três semanas. Ficámos tão entusiasmados com tantos projetos fantásticos que não pudemos escolher apenas um vencedor: por isso escolhemos dois! Parabéns às equipas Mellody e ColoRIR por terem ganho um prémio monetário no valor de 2.000 euros. Os NOVA impACT! Challenges é um programa criado pelo gabinete NOVA Impact em conjunto com o Santander Universidades para dar às equipas a oportunidade de tirarem os seus projetos inovadores do jornal. Durante 3 semanas, juntamente com uma equipa de peritos e mentores, o programa ajuda-o a acelerar o seu projeto e a desenvolver um protótipo.  

NOVA é a Universidade Jovem Europeia Empreendedora do Ano!

A Universidade NOVA de Lisboa venceu o prémio “Young Entrepreneurial University of the Year”, atribuído pela Accreditation for Entrepreneurial and Engaged Universities (ACEEU), durante a cerimónia dos Triple E Awards, que decorreu em Florença. Esta é a primeira vez, na Europa, que se distingue uma instituição de ensino superior pelo seu papel na criação de valor na sociedade, através da inovação. A NOVA encontrava-se entre os cinco finalistas escolhidos por um júri especializado. Através dos seus alunos, ex-alunos e investigadores, a NOVA conta com mais 100 startups criadas. Todos os anos mais de 2500 alunos envolvem-se em atividades relacionadas com empreendedorismo e, até ao momento, são 19 as spin-off reconhecidas pela NOVA, responsáveis pela criação de mais de 165 empregos.

ImPact @ NOVA foi um sucesso!

A fim de sensibilizar a comunidade NOVA para as potencialidades da PI e dos direitos de PI, a NOVA Impact organizou um evento sobre este tema. Reuniu cientistas, investigadores e pessoal docente e não docente para aprenderem sobre a importância da PI nos seus trabalhos e projetos, bem como para lhes fornecer alguns conhecimentos básicos sobre alguns aspetos técnicos relativos à proteção das suas invenções. Houve também uma apresentação sobre as políticas e os procedimentos internos da NOVA, ao mesmo tempo que forneceu alguns conhecimentos sobre as melhores práticas e outras dicas úteis. O evento foi estruturado seguindo uma abordagem de workshops técnicos paralelos, de acordo com o campo de conhecimento e preferência dos participantes. estimulando discussões frutíferas relativamente aos desafios reais que os cientistas, investigadores e outro pessoal académico e não académico enfrentam na gestão dos seus projetos, carteira de PI e estratégias de transferência de conhecimento. Esta tem sido uma grande oportunidade para estimular o corpo docente a envolver-se com especialistas neste campo, nomeadamente advogados de patentes. Um grande agradecimento especial à J. Pereira da Cruz, que se associou a nós para acolher este evento.

NOVA entre os finalistas do European Triple E Awards 2022

Nesta 2ª edição destes prestigiados prémios, a NOVA faz parte da lista dos finalistas na categoria "Young Entrepreneurial University of the Year Award” . Mas não só (mais…)

A primeira edição do ImPact Day @ NOVA chegou!

Inovadores, este dia é vosso!

(mais…)

AquaInSilico vence Prémio de Inovação de Desenvolvimento de Negócio

A AquaInSilico, uma NOVA Spin-off®, juntamente com o grupo Frontier IP, venceu um prémio de Inovação e Desenvolvimento de Negócio, atribuído pelo Departamento do Comércio Internacional do Reino Unido em Portugal. Os prémios foram entregues por Chris Barton, o comissário do comércio europeu de Sua Majestade, juntamente com Christopher Sainty, o Embaixador de Sua Majestade para Portugal num evento na Residência Oficial do Embaixador Britânico em Lisboa, no passado dia 10 de março de 2022.

50 estudantes da NOVA nomeados ao Pan-European Seal Traineeship Programme

A Universidade NOVA de Lisboa faz parte da Rede Pan-European Seal e alargou recentemente o Pan-European Seal Traineeship Programme, oferecido conjuntamente pelas maiores organizações europeias de Propriedade Intelectual (PI) - o Instituto Europeu de Patentes (EPO) e o Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO). Este programa de estágios proporciona a jovens licenciados e estudantes universitários de alto desempenho, no seu último ano de estudos, bem como a doutorandos, o acesso a estágios remunerados de 12 meses no EPO, em Munique, Alemanha, ou no EUIPO, em Alicante, Espanha, contribuindo para a sua inserção no mundo competitivo da PI através de uma enriquecedora experiência profissional multicultural, formação avançada e trabalho de equipa. Como tal, mais de 50 estudantes da NOVA, provenientes de sete das suas Unidades Orgânicas, candidataram-se a este programa de estágios. O processo de seleção foi conduzido pelo gabinete NOVA Impact, resultando num total de 24 estudantes nomeados para o EPO e 26 para o EUIPO. Como estagiários no EPO e na EUIPO, os graduados universitários de alto rendimento irão realizar tarefas desafiantes numa série de departamentos. Através de uma combinação de experiência on-the-job e formação profissional, os estagiários terão a oportunidade de aprender, desenvolver competências e aumentar a empregabilidade dentro da sua área específica de competência ao longo de um ano. Existe uma vasta gama de oportunidades para vários campos do conhecimento, tais como Direito, Ciência e Engenharia, Ciências Políticas, Relações Internacionais, Linguística, Economia, Administração de Empresas/Empreendedorismo, Tecnologias da Informação e, Comunicação. Para mais informações sobre este programa, siga o gabinete NOVA Impact no LinkedIn para ser o primeiro a saber sobre novas oportunidades.

Final dos Desafios NOVA impACT!

10 projetos impactantes competem para resolver os desafios propostos pela NOVA com o apoio do Santander Universidades (mais…)

NOVA impACT! challenges está de volta

O NOVA impACT! Challenges está de volta. Através deste programa, a Universidade NOVA de Lisboa e o Banco Santander Universidades, pretendem colocar o conhecimento, a inovação e a criatividade ao serviço da sociedade e apoiar o desenvolvimento de 10 soluções inovadoras, de fácil implementação e impacto global, para dar resposta aos desafios societais e ambientais que se enquadram nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Ao longo de 4 semanas (11 Outubro a 5 de Novembro), os candidatos selecionados terão acesso a apoio financeiro (até €500) workshops, mentoria especializada e recursos da Universidade para desenvolverem uma prova de conceito/protótipo, além de um prémio monetário (até €2000) para a equipa vencedora para apoiar a implementação da ideia. Queremos encontrar soluções para problemas social e ambientalmente relevantes, desde a promoção da inclusão social e do bem-estar físico e mental, à redução das desigualdades sociais e à promoção da recuperação económica de forma sustentável. As soluções podem ser muito variadas - incluindo apps, websites, dispositivos físicos ou um plano de negócios – e deverão estar alinhadas com pelo menos um dos ODSs das Nações Unidas. Sabe mais aqui e submete a tua ideia até 29 de setembro, aqui.

Modatta e Yourbiome são as grandes vencedoras do NOVA STARTUP competition

Uma aplicação que transforma os dados de telemóveis numa fonte de rendimento e uma equipa que desenvolve soluções inovadoras à base de microbiota fecal foram os vencedores da edição deste ano da NOVA STARTUP Competition, concurso de projetos inovadores promovido pela Universidade. Modatta e YourBiome, representadas na Final pelos seus co-fundadores Rodrigo Moretti e Daniel Neves, respetivamente, foram consideradas as duas melhores equipas pelo júri composto pela Pró-Reitora da NOVA para as áreas de Empreendedorismo e Criação de Valor Social e Económico, Professora Isabel Rocha, João Martins (Program Manager, Indico Capital Partners) e Pedro Castel Branco (Senior Associate, Armilar). As equipas Modatta e YourBiome vão agora representar a NOVA no Stage Two, agendado para o mês de outubro em Berlim, onde terão a possibilidade de apresentar o seu projeto a potenciais investidores, conhecer as melhores equipas de empreendedores das universidades europeias e alcançar visibilidade internacional. A Final, que decorreu no dia 30 de julho, reuniu 9 equipas em competição: Intuitivo, YourBiome, eBreathie, Modatta, Preflet, AdaptionLab, BINDIN, Glooma e nøytrall.

Saiba como foi o NOVA Innovation Day

[et_pb_section fb_built="1" admin_label="section" _builder_version="3.22"][et_pb_row admin_label="row" _builder_version="3.25" background_size="initial" background_position="top_left" background_repeat="repeat"][et_pb_column type="4_4" _builder_version="3.25" custom_padding="|||" custom_padding__hover="|||"][et_pb_text admin_label="Text" _builder_version="3.27.4" background_size="initial" background_position="top_left" background_repeat="repeat"]

No dia 8 de julho, a Reitoria da Universidade NOVA de Lisboa foi palco do NOVA Innovation Day. O evento deu a conhecer a estratégia de inovação e transferência de conhecimento da NOVA e os desenvolvimentos mais recentes nesta área, promovendo o debate sobre a criação de valor baseado no conhecimento, através de colaborações com o tecido empresarial e social.

A abertura esteve a cargo do Reitor, Prof. João Sàágua, seguido da Pró-Reitora, Professora Isabel Rocha que sumarizou os principais pontos de atuação da Universidade no âmbito da inovação, empreendedorismo e criação de valor e apresentou a plataforma digital NOVA Innovation que agrega, num espaço virtual de fácil acesso, as principais iniciativas e atividades relacionadas com a Terceira Missão da Universidade.

Clique aqui para ver alguns Factos e Números sobre Inovação na NOVA

A partilha de conhecimentos e experiências continuou ao longo do evento, através de duas mesas redondas, a primeira focada na Transferência de Tecnologia e Relações Universidade-Empresas, moderada por Pedro Saraiva, Diretor da NOVA IMS, com os oradores Nuno Prego Ramos, CEO CellmAbs (NOVA Spin-off), João Paulo Oliveira, Co-CEO, BiLD Analytics (NOVA Spin-off), e Nuno Coelho, CEO A4F-AlgaFuel & Vice-Presidente CoLab BIOREF.

A segunda mesa-redonda, dedicada à Transferência de Conhecimento e Impacto na Sociedade teve moderação de Hélder Lopes, do NOVA Impact Office, e contou com Jorge Portugal, Diretor-Geral COTEC, Cristina Ventura, Public Policy Manager, Roche Portugal, Henrique Silveira, Professor Catedrático IHMT, Joana Castro e Costa, Diretora-Executiva, Nova SBE Leadership for Impact Knowledge Center, e Luís Baptista, Presidente do INNO – NOVA Centro Inovação Social.

A Presidente da ANI – Agência Nacional de Inovação, Joana Mendonça, foi responsável pela sessão de encerramento.

Reveja o evento aqui.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row _builder_version="4.9.10" _module_preset="default"][et_pb_column type="4_4" _builder_version="4.9.10" _module_preset="default"][et_pb_gallery gallery_ids="3904,3906,3908,3915,3925,3917,3919,3921,3923,3927,3929,3913" fullwidth="on" _builder_version="4.9.10" _module_preset="default" max_width="70%" module_alignment="center"][/et_pb_gallery][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Assista em direto ao NOVA Innovation Day 2021 no dia 8 de julho

O NOVA Innovation Day pretende dar a conhecer a estratégia de inovação e transferência de conhecimento da Universidade NOVA de Lisboa e os seus desenvolvimentos mais recentes nesta área, promovendo o debate sobre a criação de valor baseado no conhecimento, através de colaborações com o tecido empresarial e social. Será transmitido em live streaming através do canal You Tube da NOVA, a partir das 9h30 no dia 8 de julho. Consulte o programa do NOVA Innovation Day 2021 NOVA Innovation Day Warm-up event O evento será precedido por uma sessão de apresentação e discussão do livro Start Up Nation, no dia 7 de julho às 17:00, com a presença do co-autor Saul Singer e do Senhor Secretário de Estado para a Transição Digital, André de Aragão Azevedo que também será transmitido em live streaming através do canal You Tube da NOVA.

NOVA põe o conhecimento ao serviço da cidade com novo Campus de Campolide

O Dia do Campus de Campolide foi hoje celebrado com a apresentação do conceito para o novo campus. (mais…)

Reitor da NOVA destaca CoLab de Elvas como aliado da sustentabilidade

Reitor da Universidade NOVA de Lisboa, João Sàágua, afirmou que o laboratório colaborativo (CoLab) InnovPlantProtect (InPP) é um aliado da sustentabilidade na produção agrícola, na medida em que tem vindo a desenvolver soluções inovadoras para proteger as culturas de pragas e doenças. Foi em entrevista à revista Vida Rural que o Reitor da NOVA falou sobre a importância deste CoLab instalado em Elvas, cuja coordenação cabe à NOVA. (mais…)

NOVA na organização do programa de inovação Mind The Tourism com vista a criar soluções sustentáveis no turismo

A Universidade NOVA de Lisboa, através da plataforma Nova Tourism and Hospitality (TOHO) e da NOVA Impact, é parceira do programa Mind The Tourism - mind your footprint, mind your health. Lançado pelo NEST - Centro de Inovação do Turismo, este programa tem por objetivo incentivar a criação de soluções de inovação sustentável no setor do turismo. A NOVA conceptualizou o programa e está a organizar várias iniciativas, com destaque para as mesas redondas e o Hackathon. A Planetiers, entidade que promove a mudança sustentável, também está envolvida na organização do programa, com uma série de talks sobre as oportunidades de inovação no turismo. A proposta do programa Mind The Tourism é mapear oportunidades de inovação no turismo e promover a criação de soluções tecnológicas de base sustentável, prontas a testar no mercado. Para tal, o programa irá juntar vários stakeholders da indústria do turismo em torno da inovação sustentável. PME's, startups, comunidade académica, empresas e profissionais vão identificar e trabalhar as maiores oportunidades do turismo em torno de três eixos: Sustentabilidade, Segurança, Saúde e Bem-Estar. O programa divide-se em duas fases. A primeira fase diz respeito a um conjunto de talks e roundtables, onde vão ser identificados vários desafios prioritários para o turismo. Já numa segunda fase, que corresponde ao Hackathon, os desafios identificados vão ser trabalhados para o desenvolvimento, em tempo recorde, de soluções tecnológicas. No final, serão escolhidas três soluções para serem implementadas no mercado, através de projetos piloto. 1.ª fase - Debate e Mapeamento de Oportunidades Para inspirar a reflexão sobre os problemas e identificar as oportunidades do setor do turismo, a Planetiers irá reunir um conjunto de especialistas nacionais e internacionais que vão abordar os principais temas de futuro para o Turismo numa série de talks. Pacto Ecológico Europeu, Alterações Climáticas, Pegada do Carbono e Soluções, Big Data para o Carbono e Soluções, Soluções Circulares e Disruptivas e Turismo Future Fit são os temas destas sessões. As sessões vão ser disponibilizadas a partir de 15 de março, no canal de Youtube do NEST. Por sua vez, entre os dias 29 de março e 9 de abril, a NOVA promove roundtables, que vão reunir especialistas e entidades do setor público e privado relacionadas com o tema setorial em debate, para tangibilizar os problemas e oportunidades associados aos três eixos do programa, partindo da inspiração das talks. Entre os convidados encontram-se representantes de associações e municípios, empresas do setor, startups tecnológicas, individualidades de reconhecido mérito, entre outros, que vão partilhar o seu conhecimento e promover a identificação de soluções baseadas em dados e tecnologia. Já os temas das sessões são: Mobilidade Sustentável nas Cidades, Restauração Saudável e Ecológica, Alojamento Seguro, Saudável e Sustentável, Eventos de Futuro, Património Cultural e Identitário, Natureza e Oceano. Estas sessões vão ser emitidas em direto no canal de Youtube do NEST. 2.ª fase - Hackathon A segunda fase do programa é um Hackathon a decorrer entre os dias 30 de abril e 2 de maio, para o desenvolvimento de soluções tecnológicas para as oportunidades mapeadas nas talks e roundtables. Esta fase do programa vai contar com o apoio da NOVA Information Management School (NOVA IMS), NOVA Medical School, Turismo de Portugal, Câmara Municipal de Lisboa, NOS e Brisa - Via Verde. As candidaturas para o Hackathon abrem no dia 29 de março no site do programa. Todas as atividades do Mind The Tourism são de acesso gratuito e decorrem online.

Innovation District lança nova geografia de inovação e internacionalização na região da grande Lisboa

A Universidade NOVA de Lisboa lançou hoje o Innovation District, um projeto que visa a criação de uma nova cidade global, em Almada, e que irá conjugar um estilo de vida único e sustentável numa nova geografia de inovação e de conhecimento tecnológico. Os primeiros passos do projeto, que envolve um conjunto de proprietários e investidores e conta com o apoio estratégico da Câmara Municipal de Almada, começaram a ser dados em 2019. Intervindo nas zonas do Monte da Caparica e de Porto Brandão, que se distinguem pelo seu potencial de conhecimento inovador, pela paisagem e pelas condições naturais únicas, o Innovation District irá proporcionar a criação de uma nova cidade, moderna e requalificada, que será um lugar de vanguarda de ideias e de inovações, atraindo empresas – nacionais e internacionais – e pessoas. O Innovation District integra uma área total de 399 hectares de intervenção, dos quais 110 hectares são zonas verdes, e para a sua implementação está estimado um investimento de mais de 800 milhões de euros. Entre os principais números que definem a sua dimensão contam-se a chegada de 4.500 novos habitantes à nova cidade, a criação de 1.000 novos fogos habitacionais, uma área de 250.000 m2 para a implementação de novas atividades económicas que irão contribuir para a criação de 17.000 novos postos de trabalho e, ainda, 86.000 m2 de infraestruturas turísticas. Com base no conceito Live-work-play, Innovation District será uma cidade única e plural, desenhada para elevar a qualidade de vida de cada um dos seus habitantes para quem os diversos pontos de atração estarão a uma curta distância de 15 minutos.   NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, projeto do arquiteto João Pedro Falcão de Campos   Tendo como ponto central o Campus da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, o Innovation District coloca o conhecimento, o talento qualificado e a inovação como motor de desenvolvimento e transformação urbana. Pretende ainda tornar-se, enquanto espaço de inovação, atrativo para empresas e pessoas, contribuindo para promover o desenvolvimento da Área Metropolitana de Lisboa e alavancando o seu potencial de internacionalização. Por último, é um projeto focado em criar uma comunidade criativa, diversificada, energética e sustentável, inspirada por uma melhor qualidade de vida. O projeto contempla a criação de uma nova cidade sustentável, ancorada nos objetivos definidos pelo desenvolvimento sustentável até 2030 e pela neutralidade carbónica em 2050, integrando um conjunto de soluções ambientais inovadoras.

Soluções na área das ciências da vida e da saúde em destaque na primeira edição do Sciencepreneur Hands-on

O Sciencepreneur Hands-on é um programa promovido pelo NOVA Impact que visa acelerar a transferência de conhecimento na NOVA e apoiar a comunidade científica na identificação do melhor caminho para a comercialização de tecnologias e soluções de base científica inovadoras. A primeira edição deste programa decorreu entre 7 de dezembro de 2020 e 12 de março de 2021. Durante três meses, três equipas com projetos de base científica e tecnológica participaram num programa imersivo que lhes permitiu adquirir competências de valorização do conhecimento e acelerar os seus projetos com o apoio de mentores dedicados, mas também de toda a rede de mentores da NOVA, que acompanharam a evolução da equipa e facilitaram a validação do seu modelo de negócios. Os três projetos empreendedores selecionados para esta primeira edição piloto são todos da área das ciências da vida da saúde, o que é demonstrativo da inovação da NOVA nesta área. Entre os projetos encontram-se um dispositivo para avaliar a eficácia na toma da medicação inalada associada a doenças respiratória (Easy Breathie), um serviço altamente especializado de edição genética feito por cientistas para cientistas (GeneTagus) e a única dieta disponível em todo o mundo para a criação de mosquitos da malária que não requer sangue e pode contribuir para o esforço global de eliminação desta doença (BloodLess). O programa culminou com uma apresentação final das soluções desenvolvidas a um reputado painel de especialistas e investidores de capital de risco nacionais e internacionais, que incluiu os seguintes elementos: Daniela Couto (Partner, Biogeneration Ventures), Ricardo Perdigão Henrique (CEO, Bionova Capital), Duarte Mineiro (Partner, Armilar Venture Partners) e David Braga Malta (Venture Partner, Vesalius Biocapital). A qualidade dos projetos apresentados foi evidenciada por todos os presentes e destacou-se o potencial dos mesmos para dar origem às próximas spin-offs da NOVA. Conheça de seguida os testemunhos dos promotores dos projetos selecionados sobre as tecnologias que estão a desenvolver e sobre a sua participação neste programa: Easy Breathie “A nossa equipa é constituída por elementos da ENSP e da FCT NOVA, com valências complementares nas áreas médica e de engenharia, e juntas pretendemos capacitar os doentes asmáticos para melhor controlarem a sua doença, mas também permitir uma monitorização em tempo real pelos seus médicos assistentes, levando a uma prestação de cuidados de saúde mais personalizados e próximos do doente. Para tal, estamos a desenvolver o smart inhaler Easy Breathy, um dispositivo médico que torna o inalador tradicional de um doente asmático num inalador “inteligente” e conectável. Através de um sensor adaptado ao inalador que o doente já utiliza (vulgo “bombas de asma”), conseguimos transmitir informações úteis e fidedignas a uma aplicação móvel, que irá ajudar não só o doente a ter uma melhor qualidade de vida, mas também o seu médico a gerir melhor a doença e respetiva medicação. Com a participação no programa Sciencepreneur Hands-on conseguimos, com a ajuda dos mentores, maturar e delinear com mais detalhe o valor da nossa solução e quais os próximos passos a adotar tanto numa ótica de desenvolvimento da tecnologia como do negócio. A partilha de experiências com todos os envolvidos foi, sem dúvida, positiva e muito enriquecedora.” GeneTagus “Somos um grupo de investigação a trabalhar no CEDOC da Nova Medical School. Como centenas de grupos em todo o mundo, adotamos o CRISPR-Cas como tecnologia de edição genética preferencial para a manipulação linhas celulares. Analisando a oferta do mercado, rapidamente percebemos que poderíamos oferecer um serviço de qualidade a um preço muito competitivo, suprindo as necessidades de vários grupos de investigação em todo o mundo. Assim, lançámos o serviço em outubro de 2019 e, mesmo sem departamento de vendas, em setembro de 2020 já tínhamos alcançado 33 clientes de 15 países diferentes, com uma receita total associada de 185 mil euros. A participação neste programa foi fundamental para estruturarmos e criarmos as bases de modo a tornarmos o nosso serviço mais profissionalizado. Como cientistas sentimos maior dificuldade em percecionar o potencial e valor económico da nossa atividade de investigação. Este programa equipou-nos com várias ferramentas que nos permitirão, entre outras coisas, alavancar o nosso crescimento no mercado. Destacamos a excelência de todos os envolvidos, desde os mentores aos organizadores, culminando no grupo de especialistas do júri - em conjunto, o feedback dado por cada um deles foi o melhor apoio que podíamos ter tido para o momento e para o futuro.” BloodLess “As doenças transmitidas por mosquitos, como a malária, matam milhões de pessoas todos os anos. O controlo da infeção é feito sobretudo através do controlo do mosquito transmissor da doença. Isso requer a produção de mosquitos em larga escala, sendo que as fêmeas do mosquito transmissor da malária precisam alimentar-se de sangue para produzir ovos e assim completarem o seu ciclo de vida, o que leva à necessidade de volumes elevados de sangue (humano ou animal) para a produção industrial de mosquitos em cativeiro. Para responder a esta necessidade, desenvolvemos uma dieta artificial eficaz e isenta de sangue para a criação de mosquitos, que pode contribuir para o esforço global de eliminação da malária. Esta dieta artificial pode ser aplicada em locais remotos onde a doença é endémica (especialmente em África), permite a eliminação da utilização de animais para a criação de mosquitos, diminui o risco de introdução acidental de organismos patogénicos e a variabilidade dos lotes, e tem o potencial de ser usada em aplicações inovadoras de controlo de infeção em todo o mundo. Agradecemos o imenso o apoio e a oportunidade de discutir BloodLess noutra perspetiva que não a perspetiva habitual de um cientista no laboratório do IHMT NOVA. Com a participação neste programa, estamos de certeza muito mais à frente do que quando começámos e destacamos as inúmeras dicas, a visão abrangente e pragmática do nosso mentor, bem como os comentários dos especialistas na sessão final que só nos permitirão evoluir.” Se quiser candidatar-se à próxima edição do Sciencepreneur Hands-on só tem de ter um projeto de base científica em andamento com potencial de valorização económica. Fique igualmente atento ao programa Sciencepreneur | The Basics para adquirir competências básicas em modelos de negócio e criação de valor a partir da investigação. Acompanhe as nossas redes onde serão divulgadas as próximas oportunidades.

Inscrições abertas para o Pan-European Seal Traineeship Programme 2021/22

Programa de estágios profissionais de 1 ano no EPO ou EUIPO. Remuneração mensal até 2000 EUR. Início a 16 de setembro. Pré-inscrições abertas até 2 de março.
(mais…)

NOVA spin-off Sea4Us destacada pela Agência Nacional de Inovação

A NOVA spin-off Sea4Us foi uma das 10 spin-offs académicas consideradas mais promissoras pelo Observatório Valorização e Utilização do Conhecimento Científico em Portugal da Agência Nacional de Inovação (ANI). (mais…)